Nomenclatura naútica

Áreas da embarcação

 

PROA - parte da frente do navio

POPA - parte de trás do navio

BOMBORDO - estando voltado para a proa do navio o bombordo é toda a parte esquerda da embarcação.

BORESTE - estando voltado para a proa do navio o estibordo é toda a parte direita da embarcação.

MEIA-NAU - parte entre a proa e a popa

ALHETAS - parte normalmente curva entre a meia-nau e a popa

AMURAS - parte curva entre a meia-nau e a proa

CONVÉS - patamar exterior principal

CABINE - área interior do navio (quando o navio é cabinado)

TOMBADILHO - área comum ao tejadilho da cabine (nome derivado do facto de haver muitos marinheiros a "tombar" por causa da retranca da vela)

VANTE - da meia-nau para a frente

RÉ - da meia-nau para trás do navio

CASCO - corpo do barco

PORÃO - Compartimento geralmente na proa, usado para guardar material da embarcação( ancora, corrente, boça, etc...)

 

 

OBEJECTOS E CASCO

PATILHÃO ou QUILHA - estabilizador central que previne o abatimento do barco

LEME - pá abaixo da linha de àgua que dá direcção

RODA DO LEME - Volante para dar direcção aos barcos

VARANDIN - cabos normalmente de aço que previnem que o passageiro passe a borda

ALBOIO - janelas do tecto da cabine

VIGIA - janelas de parede da cabine

ANCORA - instrumento usado para fundiar a embarcação

 

 

VELAME

VELA GRANDE OU PRINCIPAL - vela principal do barco situa-se logo atrás do mastro principal.

ESTAI - vela secundária à vante do mastro

GENOA - o mesmo que o estai mas com uma configuração de pano diferente

SPI - vela em forma de balão com muita área vélica, colocada na proa do barco, geralmente usada em mareações à popa

ESCOTA - cabo que ajusta a abertura da retranca

BOÇA - cabo fixo na proa

ADERIÇA - cabo que iça a vela

MASSAME

MASTRO - estrutura vertical que segura a vela e transfere a energia do vento para fazer andar o navio

RETRANCA - estrutura horizontal

VAUS - estrutura auxiliar à fixação do mastro

BRANDAL - cabos de estrutura do mastro

CARANGUEJA - usado em embarcações mais antigas como se fosse uma "retranca superior" sem escota.

PICO - parte mais a ré da carangueja

BOCA - parte mais avante da carangueja que encaixa no mastro

Termos Náuticos

CAÇAR - puxar um cabo

FOLGAR - dar mais cabo

GUINAR - virar a embarcação para bombordo ou estibordo

ORÇAR - aproximar a proa da linha de vento

ARRIBAR - afastar a proa da linha do vento

FUNDIAR - Largar a ancora

CAMBAR - rodar a linha de vento pela popa

BORDO - rodar a linha de vento pela proa

RUMO - trajecto real praticado pela embarcação

PROA - direcção onde a proa aponta

APROAR ao VENTO - por a proa na linha do vento

BARLAVENTO - sentido do vento, de onde vem.

SOTAVENTO - sentido do vento, para onde vai

MAREAR-Enjoar

d6ff32_3c54c804fedc4f6db8f6074a90e8ba5c_